Dia Nacional de Combate ao Aedes terá ações contra focos do mosquito nesta sexta-feira

As ações de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya serão intensificadas nesta sexta-feira (15). Diversas cidades em todo o Brasil farão parte da mobilização contra o Aedes aegypti. O objetivo é conscientizar para a eliminação dos focos do mosquito, especialmente antes da chegada do verão, período favorável para proliferação.

Durante as ações, serão realizadas visitas domiciliares e mutirões de limpeza pelos agentes de saúde. Um material educativo também vai ser distribuído e escolas terão exposições. Diversos espaços serão visitados, como residências, escolas, órgãos públicos, canteiros de obras, entre outros.

Mapa da dengue

O Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), consolidado de 24 de novembro de 2017, mostra que, das 4.552 cidades mapeadas, 2.833 estão com índices satisfatórios, ou seja, com menos de 1% das residências com larvas do mosquito em recipientes com água parada. Estão em alerta 1.310 municípios, com índice de infestação de mosquitos nos imóveis entre 1% a 3,9%, e 409 em risco, com mais de 4% das residências com infestação.

Números

Segundo o Ministério da Saúde, foram notificados 241.218 casos prováveis de dengue em todo o país até 18 de novembro de 2017, queda de 84% sobre 2016 (1.465.847). Em relação ao número de óbitos, houve diminuição de 695 mortes, em 2016, para 125 este ano.

Até o mesmo período, 184.525 casos prováveis de febre chikungunya foram registrados este ano, queda de 32% em relação ao mesmo período de 2016, que teve 272.805 casos. Neste ano, foram confirmados laboratorialmente 152 óbitos. No mesmo período do ano passado, foram 213 mortes confirmadas.

Já os registros de casos prováveis de zika em 2017 chegaram a 16.927, contra 214.418 no ano passado, redução de 92%.

 

(Fonte: Agência Saúde/MS)

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*