ABVET posiciona-se quanto aos riscos da greve

A Associação Brasileira de Veterinários Especialistas – ABVET expressa sua preocupação com os reflexos da greve dos caminhoneiros na saúde pública,  na segurança alimentar e no bem-estar dos animais de produção em relação as comunidades.

Milhares de animais morreram devido às condições extremas a qual foram submetidas nestes últimos dias de paralisação de entrega de insumos aos produtores. Com fome e sem ração, estão praticando atos de canibalismo e sendo expostos a sofrimento desnecessário.

Além dos impactos diretos na qualidade de vida destes animais, a continuidade da greve gerará prejuízos ambientais e de saúde pública imensuráveis. Com o aumento da mortalidade e logística precária, o descarte adequado das carcaças está impossibilitado, trazendo um risco de epidemias e de contaminação do solo, sem falarmos do desperdício de alimentos.

Deve-se levar em conta, ainda, a preocupação com a inocuidade dos produtos de origem animal colocados à venda no varejo, tendo em vista que seu correto armazenamento durante o transporte foi prejudicado neste período.

A ABVET, como representante dos médicos veterinários especialistas do Brasil e ciente de sua responsabilidade em prezar pela saúde e segurança dos animais, dos seres humanos e do meio ambiente através de seus profissionais capacitados e especializados, manifesta sua preocupação diante à possível continuidade da paralisação. Neste momento, espera-se que prevaleça o bom senso do governo das esferas federal, estadual e municipal e dos líderes do movimento para que a situação não se agrave.

capa livro_Francis_23x48

Prof.Francis Flosi Dr.H.C.
Diretor Presidente ABVET
“São nossas ações que nos define”