Crânio 3D salva cão com tumor cerebral

No Canadá, um cão da raça Daschund, de nove anos de idade, foi diagnosticado com o tumor osteocondrossarcoma multilobular extremamente avançado que chegou a esmagar parte do cérebro, além de afetar a órbita ocular do animal.

Patches, nome do cão divulgado na Hypeness, foi dado como um caso perdido, pois segundo os médicos-veterinários, a retirada do tumor seria de grande risco devido ao longo tempo sob efeito da anestesia e tinham receio quanto à recuperação pós-cirurgia, pois 70% do topo do crânio do cão precisaria ser substituído.

Tumor cerebral 4

Mesmo com os riscos, a cirurgia teve duração de cinco horas e, para o processo de recuperação, um crânio 3D de titânio, criado por um engenheiro, garantiu a reabilitação do animal.

Tumor cerebral 2

Patches se recuperou e estava livre do tumor, mas, infelizmente, foi diagnosticado com uma hérnia de disco que impossibilitou o movimento de suas patas traseira.

Tumor cerebral

A médica-veterinária Michelle Oblack, oncologista no Colégio Veterinário de Guelph, fala que essa tecnologia possa ser utilizada em seres humanos.

Fotos: Michelle Oblack/University of Guelph/Divulgação