Vacina contra febre amarela terá dose fracionada em três estados

O Ministério da Saúde anunciou que vai adotar o fracionamento de doses da vacina contra febre amarela na Bahia, no Rio de Janeiro e em São Paulo. A medida é recomenda pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) em casos de emergência.

A campanha será entre fevereiro e março, e pretende vacinar 19,7 mi de pessoas de 76 municípios, sendo 15 mi com a dose fracionada e 4,7 mi, com a padrão. O objetivo é evitar a circulação e expansão do vírus para áreas próximas de onde há a circulação atualmente.

Segundo a OPAS/OMS, uma dose completa de vacina contra febre amarela protege a pessoa para toda a vida. A fracionada protege cinco pessoas, por um período determinado. A recomendação é que a última seja adotada como opção imediata e de curto prazo, uma vez que um surto pode ameaçar a capacidade de abastecimento e existe o risco de expansão da doença.

O período da campanha em São Paulo será de 3 a 24 de fevereiro, sendo os dias 3 e 24 (sábados) os dias D de mobilização da campanha. Já no Rio de Janeiro e Bahia, devido ao período do carnaval, as campanhas ocorrerão de 19 de fevereiro a 9 de março, sendo o dia 24 de fevereiro o dia D de mobilização.

É importante lembrar que os macacos não transmitem a febre amarela. O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados. O monitoramento de animais doentes ou mortos permite identificar áreas com a circulação do vírus.

Verifique no órgão de saúde do seu estado quem pode receber a dose e os locais de vacinação.

 

(com informações OPAS/OMS e Ministério da Saúde)